A AVALIAÇÃO COMO FONTE DE CONHECIMENTO E NÃO DE PUNIÇÃO

  • Jayne Carvalho Mendes
  • Roseli de Melo Sousa e Silva
Palavras-chave: Avaliação, Ensino/Aprendizagem, Construção do Conhecimento

Resumo

A avaliação, vista sob uma perspectiva de construção do conhecimento, deve abandonar a ideia de que o erro demonstra fracasso e dúvida ou que signifique falta de conhecimento; mas, que tais elementos, numa dimensão educativa são altamente significativos ao desenvolvimento da ação educacional, uma vez que permitirá ao professor observar e investigar a posição do aluno diante do mundo ao construir suas verdades. Nesta perspectiva a avaliação não mais se caracteriza como momento terminal do processo ensino/aprendizagem, para assumir a forma de constante busca da compreensão das dificuldades do educando oferecendo a ele novas oportunidades de aquisição de conhecimento. Considerando esse aluno como um indivíduo livre para tomar suas próprias decisões, crítico, inventivo, descobridor, observador e participativo, transformando-se em um cidadão. Assim, a pesquisa que se segue busca demonstrar que a avaliação deve funcionar como fonte de conhecimento e não de punição. Para tanto foi realizada uma pesquisa descritiva com a aplicação de questionários a uma amostra representativa de professores e alunos. Os principais resultados apontam para a necessidade de se rever o conceito de avaliação. Palavras-Chave – Avaliação, Ensino/Aprendizagem, Construção do Conhecimento.

Publicado
2019-06-10